Hoje é terça-feira, 22 de maio de 2018

Publicidade

São Leopoldo: Prefeito Vanazzi recebe Judoca Leopoldense campeão mundial em torneio inclusivo

20 de abril, 2018 às 16:59 - por Redação do www.visaodovale.com.br

Na tarde desta quinta-feira, 19 de abril, o prefeito Ary Vanazzi recebeu a visita do  Campeão Mundial de Judô Para Todos, o leopoldense Paulo Henrique Amaral Da Silva, de 24 anos. “A sensação é de dever comprido, muito batalhei pra chegar onde eu cheguei. O que as pessoas não sabem é que pra chegar no mundial eu preciso treinar três vezes mais que uma pessoal normal. Meu corpo aprende de forma mais devagar”, explicou Paulinho. No último final de semana, 14 e 15 de abril, ele participou do Special Needs World Judo Games (Mundial de Judô para Todos), campeonato voltado a judocas com deficiência. O evento ocorreu em Beverwijk, na Holanda, e reuniu atletas de todo o mundo, com diversos tipos de deficiências físicas e intelectuais.

Paulinho nasceu com apenas 6 meses de gestação, passando por três paradas cardíacas, quando teve diagnosticada a paralisia cerebral, que limita sua mobilidade. O jovem já se aventurou na natação, ecoterapia e futsal. Entretanto, foi no judô que encontrou a vocação. “Há 4 anos, durante uma festa de aniversário, fui jogar futebol e cai, me apoiando nos braços. Uma amiga viu e percebeu que eu tinha bastante força nos braços e me indicou o esporte”, contou, ao explicar sua escolha pelo judô como arte marcial. “Aprendi a cair e a me machucar menos”, diz, ostentando diversas medalhas no peito. O esporte também o ajudou no cotidiano, garantindo-lhe mais confiança em sair sozinho na rua.

No ano passado, o atleta foi campeão da Copa Itajaí, em Santa Catarina, e conquistou o bronze na Copa Periquito, em São Paulo, que lhe garantiu a participação no mundial. Em todas 6 lutas competidas na Holanda, venceu todas, lutando com adversários do mundo inteiro: da Alemanha, Suécia, Holanda, Suíça e Romênia, sendo as categorias definidas por peso e limitação. “Participar não é comigo, meu negócio é competir”, garante Paulinho. Agora, o objetivo, segundo Vanazzi, é envolver o poder público no estímulo da criação de uma competição da categoria para o estado. “Aqui no estado não temos categorias específicas para ele””, explica o pai, Jonas Serafim. Além disso, ajustar com a Secretaria de Municipal de Educação a visita de Paulinho às escolas da rede, como forma de estímulo e inspiração para as crianças.

Publicidade

quero-quero-banner-1024x97

2016 - Todos os direitos Reservados