Hoje é terça-feira, 26 de setembro de 2017

Publicidade

PSB do Reino, o “ingrato” filho preferido

26 de maio, 2017 às 11:28 - por Bado Jacoby

Filhos ingratos e rebeldes

PSB Leopoldense e Administração Vanazzi, uma relação tipo amor bandido

O PSB Leopoldense tem se caracterizado como um partido extremamente pragmático  e comprovação maior desta linha de ação, é que o mesmo participa de maneira intensa e decisiva nos últimos três governos municipais, mesmo, que estes governos foram completamente antagônicos. O partido participou como Vice Prefeito nos governos Vanazzi e em seguida entrou de corpo e alma no governo Moa e seus senhores da excelência em gestão.

Sem pudores maiores, este pragmatismo foi usado na votação das contas do Prefeito Vanazzi quando Jefferson Oliveira(Presidente do PSB) o relator intelectual do parecer da Vereadora Edite Lisboa, apontou pela aprovação das contas. Nunca é demais lembrar que o PSB era um dos partidos com mais cargos e participação no governo Moa.

A consequência deste apoio decisivo para a aprovação das contas do Prefeito Vanazzi, cacifou o PSB para mais uma vez ter grande e influente participação no atual governo e assim aconteceu. Hoje o PSB tem a titularidade da Secretaria de Obras, vai ter em seguida a titularidade da SENORTE e ainda tem o comando do IAPS que na prática vale tanto ou mais do que secretarias de ponta da administração municipal.

Mas, mesmo com todos estes “mimos” e atenções da administração municipal, os socialistas se mostram rebeldes e com uma lealdade no minimo, questionável. Isto se mostra na prática do dia a dia da Câmara municipal onde em várias votações, a bancada não está na mesma sintonia que o sétimo andar do paço municipal.

Até onde esta relação ainda vai “estremecer” é algo que tem chamado a atenção de todo o ambiente político de São Leopoldo e com certeza, a administração municipal vai ter que olhar com muita atenção esta parceria.

O copo da paciência transbordou e a luz alta foi acionada no comando governista, quando da assinatura por toda a bancada do PSB, no requerimento pedindo a instalação da CPI sobre o estacionamento rotativo. No caso, ou faltou sabedoria para a a bancada ou foi uma provocação e recado direto para o governo, já que, o propositor da CPI, foi o Vereador Marcelo Buz(PMDB) que é hoje o maior opositor da administração Vanazzi.

E segue a vida no Reino de Castela……………

Autor

Bado Jacoby

bado@visaodovale.com.br

Publicidade

2016 - Todos os direitos Reservados