Hoje é segunda-feira, 18 de junho de 2018

Publicidade

Pressão e propostas na política de São Leopoldo

01 de novembro, 2016 às 10:06

sle_pracaimigrante2gSão Leopoldo – Enquanto equipes da presidência da Câmara de Vereadores de São Leopoldo aceleram a logística para a sessão mais esperada do ano –  quinta-feira, dia 3, para votação do parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE) que reprovou as contas de 2008 do ex-prefeito Ary Vanazzi (PT) – os bastidores dos partidos estão em ebulição. Pressão, pedido, orientação e propostas estão no pacote de estratégias para convencimento. Hipoteticamente a situação é a seguinte

Pró-Vanazzi

Nestor Schwerner,  Carlinhos Fleck (ou suplente), Luiz Antônio Castro, Cigana (PSB)

Contra Vanazzi

Cláudio Giacomini (PSDB),Carlos Szulcsewsky (PSD)

Indecisos e não  reeleitos

Aurélio da Padaria (PTB); Luiz Andrade (PSB); Rogério de Brito (PSD),  Pastor Perci (PMDB) –  Votando com Vanazzi garantem  muitas chances de serem lembrados na montagem do próximo governo.

Votando contra Vanazzi  e com uma nova eleição, serão bem vistos pelos partidos que buscam a  nova eleição. Caberá a cada um definir o apoio em caso de nova campanha. Também dessa forma seriam lembrados para o próximo governo. Além disso, Aurélio é simpatizante do PTB de Canoas, onde esteve no último domingo em apoio “moral” aos petebistas canoenses, agora no comando da Prefeitura. Lembrando que o PTB da capital também comemorou a vitória de Marchezan (PSDB). Mesmo com a sigla do PMDB, o vereador Pastor Perci tem boa relação com Vanazzi. Votando favorável ao petista é candidato a ter ou indicar secretaria em 2017. Votando contra Vanazzi e, em caso de nova eleição  com vitória de um adversário da candidatura petista, assegura espaço para 2017.

Indecisos e eleitos

Brasil (PSB) – Hoje é governo Moa, tanto que voltou a comandar a Secretaria de Proteção Animal. Nos bastidores, a informação é que votará  contra Vanazzi. Se houver nova eleição , com vitória de um adversário de Vanazzi, emplaca seu nome para compor o novo governo. Caso Vanazzi assuma, estará legitimado na  Câmara de Vereadores.

Armando Motta (PRB) – Votando com Vanazzi, do qual já foi secretário de Obras, carimba seu passaporte para 2017. Contra Vanazzi, também tem chances de ser governo, inclusive com possibilidade de secretaria, por indicação.

Iara Cardoso  (PDT) –  É o voto mais aguardado. Transita em todos os partidos, tem forte relação com Vanazzi. Está reeleita e candidatíssima à presidência da Câmara de Vereadores.

Publicidade

quero-quero-banner-1024x97

2016 - Todos os direitos Reservados