Hoje é sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Publicidade

O PT e Aécio Neves, uma “relação” nauseante – Artigo de Bado Jacoby

28 de setembro, 2017 às 14:31 - por Bado Jacoby

O Partido dos Trabalhadores foi durante muito tempo a esperança de um caminho para uma sociedade mais justa, mais equilibrada e principalmente, uma possibilidade de combate a corrupção secular na coisa pública e no setor privado Brasileiro que sempre se beneficiou das tetas divinas de todos os governos.

Mesmo quem nunca votou ou votaria no PT, no fundo acreditava que talvez, algo de novo poderia estar acontecendo de positivo com a chegada deste “sonho” chamado PT e suas ideias necessárias de mais inclusão e derrubada dos muros da Casa Grande que monopoliza as benesses do estado Brasileiro desde 1500 quando aqui chegaram, as caravelas de Cabral e seus imundos e cheios de doenças marujos.

Lula alcança o poder e com sua trajetória de retirante Nordestino, líder sindical, amigo da intelectualidade nacional e principalmente, a esperança de dias melhores para boa parte dos Brasileiros que viviam e ainda vivem no apartheid social histórico que deu origem a “nação” chamada Brasil.

Lula, o PT e seus já sempre de plantão “aliados”(PMDB, PTB, PP, PDT, PSB, PRB e mais um monte de Ps), iniciam um processo de esperança de uma nova sociedade e aplicam políticas e programas sociais de inclusão para de alguma maneira, resgatar o passivo social brasileiro de pelo menos 200 anos.

Se aperfeiçoa o bolsa família de Betinho e FHC, se cria cotas em universidades, financiamentos para viabilizar acesso de universitários de baixa renda em universidades particulares, programas populares de habitação e mais tantas outras políticas direcionadas a esta camada menos privilegiada economicamente da população. E assim, Lula o PT e seus “aliados” viverem felizes para sempre, até a eleição de Dilma Roussef, escolhida por Lula(boa parte do PT e dos “aliados” não gostaram) para ser a continuidade de seu projeto de poder e de  estado.

Dilma chega a Presidência e logo se vê que a cintura que Lula tinha para lidar e “negociar” com os “aliados, não fazia parte do jeito Dilma de governar e de imediato, os problemas de relacionamento vieram a tona e conflitos de interesses(em sua grande maioria escusos como se vê todos os dias nos noticiários), afastaram a base aliada da inábil Presidenta.

Mesmo com os desgastes de um primeiro mandato, Dilma consegue em uma eleição acirrada ser eleita para mais quatro anos e a partir disto, começa a jornada para a maior articulação da história política brasileira, onde o que existe de mais indecente(boa parte até então “aliados” de Dilma e PT). corrupto e perverso na política se uniram com a nata do PIB nacional e uma classe média sob efeito manada e conseguiram dar e achar, uma forma “legalista” de tirar Dilma do Governo e o pós isto, estamos assistindo todos os dias com malas e apartamentos cheios de dinheiro, que é a prova maior, da não  importância para a troca ou derrubada da então Presidenta, o fator corrupção.

Pois bem, então chegamos ao Senhor Senador Aécio Neves herdeiro político da raposa  mineira Tancredo de Almeida  Neves.

Aécio, menino mimado e criado nas baladas e ondas das praias do Rio de Janeiro, onde passou e passa até hoje seus melhores dias, se torna a referência de combate ao PTismo e suas ideias e inflado pela grande   mídia e uma classe média um tanto quanto “incomodada” em ver negros nas universidades, filhos de seus  jardineiros e domésticas “concorrendo” com cursos universitários em um mercado que tinha uma reserva de 200 anos, estacionamentos de shoppings com gente “estranha”, com faixas de praias cheias de “farofeiros” emergentes, salas de espera e aviões com cheiro de usuários de ônibus e assim por diante…..

O resultado desta eleição que Aécio perdeu, foi que o mesmo(Aécio) não se conformou com a derrota e a partir disto, foi o grande comandante e incentivador de uma guerra total para inviabilizar o governo Dilma e sem quaisquer escrúpulos, usou das mais baixas artimanhas nunca vistas na história da política brasileira. Aécio se uniu com Temer e sua turma e a conspiração,  rolou de maneira intensa até a retirada da Presidente Dilma do comando do País.

Aécio Neves, foi inventado e fermentado por uma  forte mídia como um gestor moderno e eficiente(made in Falcone} mas, como tantos outros não passou de uma ficção e na prática, deixou o estado de Minas Gerais completamente quebrado, e não por acaso, lá perdeu a eleição para Presidente.

A conspiração arquitetada e comandada por Aécio mostrou ele de maneira explicita como um dos mais dissimulado e raso homem da política nacional e a confirmação disto, é a atual situação em que ele Aécio Neves, se encontra diante e no centro da maioria dos escândalos de corrupção na coisa pública brasileira.

E diante de tudo isto, o PT no Senado, se une a seu maior algoz e se declara, “solidário” com o Senador e vai lutar para a preservação do mandato do mesmo.

Será, que o Partido dos Trabalhadores perdeu completamente a noção de limite de desgaste político e coerência??

Será, que o Partido dos Trabalhadores perdeu o contato com mundo e acha que o vale tudo não é visto por seus simpatizantes e militantes que a cada dia mais se desencantam com as ações de sua cúpula??

Será, que a esperança de uma sociedade mais justa e de oportunidades para todos que tanto o PT vendeu, era apenas um sonho que está virando um pesadelo??

Fica também a pergunta, será que a militância e os dirigentes deste partido que ainda tem a coragem de contestar estes absurdos, vão ficar em silêncio diante deste lesa pátria na história do partido e na esperança de seus seguidores e simpatizantes??

Os próximos dias, serão decisivos para a cúpula do PT reagir e tentar se auto avaliar, ou então, definitivamente, ficar com o mau cheiro da vala comum da política que tanto criticaram………..

Autor

Bado Jacoby

bado@visaodovale.com.br

Publicidade

2016 - Todos os direitos Reservados