Hoje é sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Publicidade

O PDT LEOPOLDENSE E SUAS INTERMINÁVEIS DIVISÕES E MOVIMENTOS DE AUTOFAGIA POLÍTICA 

12 de setembro, 2017 às 11:47 - por Bado Jacoby

Vereador Ary Moura Presidente do PDT Leopoldense

A entrada do PDT Leopoldense no governo do Prefeito Ary Vanazzi(PT), não foi o único movimento ou motivo que acirrou as diferenças entre o Presidente Ary Moura e Nado Teixeira. O lançamento da Pré candidatura da Vereadora Iara Cardoso para Deputada Estadual pela sigla, é mais um movimento para atingir Nado Teixeira que também tem a pretensão de ser candidato a Deputado Estadual.

Mesmo com o patrimônio político que a Vereadora Iara Cardoso já tem acumulado em sua bagagem, a candidatura de Nado e apoio do comando partidário seria o fato mais natural pelo grande desempenho obtido como candidato a Prefeito pelo partido nas eleições de 2016.

O PDT local, tem além das possíveis candidaturas com candidatos da cidade(Nado e Iara), ainda tem a grande “concorrência” de candidatos forasteiros que aqui tem grandes apoiadores e até aliados assessores que fazem parte da cúpula do partido na cidade e com certeza, vão apoiar este candidatos considerados “forasteiros”.

Muito complicado de entender o PDT Leopoldense que saiu das últimas eleições municipais com um patrimônio de resultado considerado o melhor da eleição, onde elegeu 03 Vereadores(as) e teve seu candidato a Prefeito Nado Teixeira com a segunda melhor votação, e com todo este desempenho,  não vai conseguir formar uma unidade local para disputar as eleições proporcionais de deputado nas eleições de 2018.

A situação do PDT Leopoldense como já foi dito em outras vezes, é digna de uma avaliação nos divãs dos mais conceituados analistas do Reino.

E segue a vida no Reino de Castela e suas divisões tipo, “espelho meu”………………..

Autor

Bado Jacoby

bado@visaodovale.com.br

Publicidade

2016 - Todos os direitos Reservados