Hoje é terça-feira, 26 de setembro de 2017

Publicidade

O LEÃO CHEGOU!!!

25 de fevereiro, 2017 às 20:14 - por Tadeu Jacoby

Deste bichano ninguém escapa.

DECLARAÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA 2017

Atenção queridos amigos,  que pagam a conta da ROUBALHEIRA INSTITUCIONALIZADA, criada, desenvolvida e consolidada neste maravilhoso país, chegou a hora de apurarmos um dos itens que financia esta turma toda: políticos, , MST, prisioneiros e seus familiares, aposentados que nunca contribuíram, bolsa família, aposentadorias milionárias do Executivo, Judiciário, turma do Congresso Nacional,  Assembleias Legislativas e Câmaras de Vereadores e outros menos cotados, etc.etc.: O GLORIOSO IMPOSTO SOBRE A RENDA DAS PESSOAS FÍSICAS.

Sempre é bom lembrar que a tabela que apura este  tributo  está defasada em 76%, ou seja hoje pagamos muito mais imposto, pois nossos rendimentos foram corrigidos ao menos pela inflação e a justa tabela não.

Para facilitar a já difícil vida dos contribuintes, estou me valendo de trabalhos do CRCRS e SESCON/RS, e passando informações úteis e providências que devem ser tomadas por quem necessita declarar.

Já estão disponíveis para download, no site da Receita Federal do Brasil (RFB), os programas relativos ao carnê leão, a ganhos de capital e gerador da Declaração do Imposto de Renda de Pessoa Física 2017 (DIRPF), cujo prazo de entrega estende-se de 2 de março a 28 de abril, lembrando que os contribuintes que enviarem a declaração no início do prazo, sem erros, omissões ou inconsistências, também recebem mais cedo as restituições do Imposto de Renda, caso tenham direito a ela. Idosos, portadores de doença grave e deficientes físicos ou mentais têm prioridade. Os valores normalmente começam a ser pagos em junho de cada ano pelo governo e seguem até dezembro, geralmente em sete lotes.

Como a organização da DIRPF é uma tarefa complexa, com grande volume de informações relevantes, exige organização impecável e atenção redobrada na informação dos dados. Reunir desde já os documentos necessários e procurar o assessoramento de um profissional da contabilidade são medidas importantes para evitar problemas na última hora. O contador Celso Luft, vice-presidente de Relações com os Profissionais do Conselho de Contabilidade do Rio Grande do Sul, e Diretor do SESCONRS preparou uma lista dos principais documentos a serem providenciados para a Declaração 2017, e que abaixo transcrevemos:

1) Cópia da declaração e do recibo de entrega do IRPF entregue no ano 2016 ou da última declaração entregue, mesmo que de anos anteriores;

2) Informe ou comprovante de rendimentos tributáveis, isentos e tributados exclusivamente na fonte, tais como salários, férias, 13º salário, RPA (rendimentos autônomos), pró-labore, distribuição de lucros, aluguéis;

3) Informações e documentos de outras rendas percebidas em 2016 (herança, doações, indenização por ação, resgate FGTS e prêmio de loterias);

4) Informes e rendimentos de instituições financeiras, inclusive corretora de valores;

5) Documentos das operações de vendas, alienações, compras ou aquisições de bens (imóveis e móveis) realizadas em 2016 e, se apurou lucro, o respectivo DARF sobre a renda variável;

6) Documentos das aquisições de empréstimos, dívidas e ônus contraídos em 2016;

7) Para os profissionais liberais, o livro-caixa, com seus rendimentos autônomos e os DARFs do Carnê Leão;

8) Extratos das corretoras ou o controle mensal da compra e venda de ações, e se apurou lucro, o respectivo DARF do IR sobre a renda variável;

9) Comprovantes de despesas médicas, odontológicas, de previdência social e privada, e de educação;

10) Recibos de salário e da previdência social (carnê INSS) de empregada doméstica;

11) Recibos de doações e empréstimos realizados em 2016.

Estamos  propondo à diretoria da Rádio Visão do Vale um programa de perguntas e respostas para ajudar e esclarecer as principais dúvidas sobre o assunto.

José Tadeu Jacoby

 

 

Publicidade

2016 - Todos os direitos Reservados