Esportes

Julinho abre vantagem na final

Time de Tupandi venceu fora de casa e precisa apenas de um empate para ficar com título

Campo embarrado não impediu que o jogo fosse movimentado Crédito: Guilherme Baptista/Fato Novo

Região -

O dia e o campo de jogo não estavam propícios para receber uma partida de decisão. Uma mescla de chuva e sol, acrescidos de um campo já bastante castigado pela final dos aspirantes. Tudo isso poderia fazer do primeiro jogo da decisão do Campeonato Intermunicipal do Vale do Caí, uma partida truncada, impraticável. Mas o que se viu em Canto Krewer, no Vale Real, foi algo totalmente diferente. Julinho e Juvenil deram início à decisão em um grande jogo, onde a equipe visitante se utilizou bem da bola parada para abrir vantagem.
Durante todo o primeiro tempo o time da casa buscou o gol. Desde o início a pressão do Juvenil foi forte, através de jogadas do jovem Diego, que municiava os atacantes Márcio Melo e Fábio Andrioli. Apesar do domínio do jogo e das chances criadas, o Juvenil não conseguia acertar os chutes no gol. E como quem não faz leva, o Julinho mostrou porque tem a melhor campanha da competição. Quase no final da primeira etapa, Tiago Sachet foi derrubado na intermediária. Ele mesmo cobrou e o goleiro Rafael bateu roupa. A bola sobrou para Jansen que chutou, mas em cima da linha Flávio salvou. Então, a bola se ofereceu para Jaca. O camisa 10, com tranqüilidade, limpou o zagueiro e chutou para o fundo das redes, abrindo o placar.
Na segunda etapa, o Julinho saiu mais para o ataque, e logo foi novamente recompensado. Tiago Sachet cobrando falta com maestria ampliou. A falta pela direita de ataque foi cobrada pelo lado da barreira, acertando a “forquilha”, do goleiro Rafa, que não teve nenhuma chance de defesa. O Julinho quase ampliou, em seguida, quando Jaca fez jogada de craque. Ele recebeu a bola no meio de campo, avançou driblando cinco jogadores do Juvenil e na saída do goleiro tocou por cobertura. A bola caprichosamente beijou a trave e saiu. E quando tudo parecia definido, o Juvenil conseguiu descontar. Renato colocou a bola na área e Fábio Andrioli ao dominar foi empurrado por Schwatz. Penalti. O mesmo Fábio Andrioli cobrou e deu números finais à partida.
Com esse resultado, o Julinho joga por um empate neste domingo para ficar com o título. Ao Juvenil, só a vitória interessa. Se vencer por um gol de diferença leva a decisão para as penalidades. Para ficar com o título, precisa vencer por diferença superior  a dois gols.

Ficha Técnica

Juvenil    1
Rafa; Ricardo, Flávio, Cris e Renato; Lucas, Jonas, Penteado e Diego (Leandro); Márcio Melo (Volnei) e Fábio Andrioli.
Julinho    2
Tita; Nundie, Alemão,  Bruno e Tiago; Bizu, Ebo, Gustavo ( Schatz), Jaca (Jacson) e Tiago Sachet; Jansen (Acácio).
Árbitro: Charles Lemos. Auxiliares: Marcelo Ludwig Caye e Sandro Rosa.

Edição nro. 275

Notícias por Seção