Hoje é sábado, 16 de dezembro de 2017

Publicidade

Negros Brasileiros: Um resgate social que querem transformar em “vitimismo”

20 de novembro, 2017 às 12:55 - por Bado Jacoby

As diferenças sociais brasileiras são seculares e sempre estiveram muito escondidas embaixo do tapete da hipocrisia média nacional que considera estas desigualdades, “frutos” dos desígnios Divinos ou por vagabundagem destes infelizes que só querem saber de mamatas e benesses de governos populistas.

Esta visão umbiguista de boa parte da sociedade brasileira, se amplia ainda mais, quando se trata da situação dos negros brasileiros que em sua boa parte, ainda vivem ou sobrevivem a margem da sociedade e dos estado brasileiro.

O momento de ódios, preconceitos e principalmente, de visão umbiguista de nossa sociedade conservadora que sem o mínimo pudor se sentiu autorizada a sair do armário e de maneira explicita, destila todos os seus ódios e principalmente preconceitos, transformou as mobilizações para a conscientização sobre a situação dos negros, em “vitimismo e coisa de comunista”.

Diante desta absurda reação contra a publicidade da situação da maioria dos negros brasileiros, é obrigatório se falar em AUTO E BOM TOM, que porra é esta de vitimismo que estão querendo inventar para uma parte da população(metade da população brasileira) que em pleno ano de 2017 e depois de quase 130 anos da abolição(??) da escravatura, ainda vivem em precárias condições e são vítimas diárias de todos os tipos de preconceitos….

Que VITIMISMO é este, onde segundo estudos, somente daqui a 72 anos a renda média dos negros vai ser a mesma dos brancos??

Que VITIMISMO é este, onde a média salarial dos negros é a metade da dos brancos??

Que VITIMISMO é este, onde os assalariados que recebem até 1,4 salários mínimos(R$ 1400) são 67% de negros??

Que VITIMISMO é este, onde na média nacional de assassinatos, 72% são negros??

Que VITIMISMO é este, onde a população carceraria tem na média nacional, dois terços de negros e em alguns lugares chega a 90%??

Que VITIMISMO é este, onde a literatura nacional tem apenas 10% de autores negros??

Que VITIMISMO é este, onde o cinema nacional tem apenas 2% de diretores negros, 4% de produtores negros e dos 31% de atores que são negros os papéis em sua maioria, “estão relacionados a pobreza e a criminalidade”??

Que VITIMISMO é este, onde nunca tivemos um Presidente da República negro, Governadores negros se tornam figuras “exóticas”no ambiente político, Ministros também uma raridade, no STF nenhum negro, câmara de deputados, assembleias e câmara de vereadores também com uma minúscula participação??

Que VITIMISMO é este, onde você vai em um hospital, fórum, ministério público, academia de professores em universidades e não encontra 2% de seus quadros representantes negros??

Pela pouca amostragem acima, se vê como o VITIMISMO é “usado” por estes negros que só querem moleza da justa e fraterna sociedade brasileira e disto, se aproveitarem para terem “benesses sociais” tipos políticas sociais de governo ou cotas raciais.

Como pode uma dívida social tão perversa como esta que se tem com a população negra brasileira, em vez de ser apoiada, ampliada e aperfeiçoada, ter que enfrentar uma tentativa muito bem orquestrada de marginalização e criminalização de seus militantes e apoiadores e isto, acontece de maneira explicita em redes sociais que infelizmente, hoje são porta vozes de toda a magnitude dos ódios e preconceitos que estavam escondidos em muitos armários brasileiros.

É lamentável, o retrocesso social e de comportamento de boa parte da população brasileira, que vê nestas perversas desigualdades sociais, mais um motivo entre tantos, para destilarem seus ódios selvagens e todos os seus recalques que se transformam, no pior dos preconceitos de uma sociedade, que vem a ser, a odiosa e destruidora “FOBIA SOCIAL E RACIAL”.

Autor

Bado Jacoby

bado@visaodovale.com.br

Publicidade

2016 - Todos os direitos Reservados