Hoje é terça-feira, 22 de agosto de 2017

Publicidade

O que parece na foto, não e o que está acontecendo na política de São Leopoldo

02 de junho, 2017 às 11:53 - por Bado Jacoby

As andanças e bastidores do Reino

Os “aliados” de Vanazzi com um olho no peixe e outro no gato

Quem acompanha os acontecimentos periféricos da política em São Leopoldo, sabe que as fotos e fatos de domínio público, na maioria das vezes, não estão mostrando o que realmente está acontecendo ou, está para acontecer………….

Existe uma movimentação “muda” de parte do PDT Leopoldense onde este grupo partidário faz intensa vigília e atuação no Processo que se encontra no TSE e trata da possibilidade de impugnação de Ary Vanazzi, Candidato na época e agora Prefeito eleito de São Leopoldo.

Esta movimentação e “vigília” de tal demanda, é repassada de maneira cirúrgica e pontual para todos os principais operadores políticos de São Leopoldo e principalmente, para os “aliados” vacilantes e itinerantes da atual administração. E, diante destas informações, muitos aliados com cargos e participação deste governo, literalmente estão com um “olho no peixe e outro no gato” o que no contexto político é traduzido no popular “vou mas não vou muito”.

Que o atual governo precisa com urgência realinhar sua estratégia de aliados e base na câmara de vereadores, isto é fato incontestável, mas, se ainda não sabe, precisa saber com urgência que existe este “zum-zum” de bastidores atuando e influenciado contra ações do sétimo andar.

Algumas rapidinhas da semana política:

David Pederssetti, um novo estilo:

O Vereador David Pederssetti(PP), tem se notabilizado por sua atuação serena e discreta e também por sua elegância e visual fashion em todas as sessões e também no dia a dia de seu trabalho. Sempre inovando, ele agora adotou o estilo Clarke Gable(galã do filme clássico “e o Vento Levou”) e usa um bigode tipo e ainda um elegante chapéu da época.

Cada um com seus bandidos de estimação:

As gravações e delações da JBS e seus diretores, fez cair por terra a história de que muitos não tem “bandidos de estimação” na política e a cobrança e rotulagem que antes só eram dirigidas para o lado do PT, agora pegou todos os partidos e como se vê, tá todo mundo na barca. Foi proposto uma moção de repúdio ao Presidente Temer na câmara de Vereadores de São Leopoldo e os Vereadores do PMDB Marcelo Buz e Arthur Schmidt não assinaram a mesma com a justificativa que esta moção deveria ser feita para todos os políticos corruptos ou seja, agora todo mundo tem que abrir mão de seus bandidos de estimação ou, assumirem os mesmos. Como sempre, o claque do bem e do mal e vice-versa são os que mais tem assunto e nossos políticos ficam em cima do muro diante da grave crise política que corrói o Brasil.

E segue a vida no Reino de Castela……………….

Autor

Bado Jacoby

bado@visaodovale.com.br

Publicidade

2016 - Todos os direitos Reservados