Publicidade

Esteio/Expointer 2018: Interatividade e tecnologia deram o tom no Salão do Empreendedor

02 de setembro, 2018 às 19:18 - por Redação do www.visaodovale.com.br

Esteio – Interatividade e tecnologia foram os pontos fortes do Salão do Empreendedor que, novamente, trouxe para a Expointer o conceito do Campo à Mesa. Durante os nove dias da feira, visitantes do campo e da cidade receberam atendimento e foram estimulados a vivenciar experiências que reforçam o aprendizado e promovem a aproximação do consumidor final ao processo de cadeia produtiva. A Expointer ocorreu de 25 de agosto a 2 de setembro, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio.

“A qualidade de um produto que chega à nossa mesa é de responsabilidade de toda a cadeia produtiva, por isso, mais uma vez, Farsul, Senar- RS e Sebrae RS, através do Programa Juntos para Competir, uniram forças com Fecomércio/Senac-RS, Fiergs/Senai e Embrapa, trazendo para a Expointer a importância da sinergia entre as cadeias produtivas desde o plantio, no campo; a transformação, na indústria; até a entrega diferenciada ao consumidor final, no comércio e serviços”, destaca o presidente do Sistema Farsul e do Conselho Deliberativo do Sebrae RS, Gedeão Pereira.

Localizado no Pavilhão Internacional, o Salão do Empreendedor teve programação orientada a partir de três segmentos selecionados pelo seu potencial de desenvolvimento no Rio Grande do Sul: soja, carne e vinho. “Em todos os nossos espaços mais de 8 mil pessoas foram atendidas e receberam informações, podendo participar de atividades práticas e interativas que reforçaram a importância e a qualidade dos produtos gaúchos”, acrescenta Gedeão. No espaço do vinho, por exemplo, os visitantes tiveram a opção de participar de duas oficinas práticas, uma sobre aromas e outra de degustação de vinhos, todos gaúchos e produzidos em pequenas propriedades apoiadas pelo Juntos para Competir.

Neste ambiente dedicado à bebida de Baco, 32 rótulos de vinhos produzidos no Estado também ficaram expostos, além de informações que fazem do Rio Grande do Sul referência nacional na produção da bebida, com crescimento nas regiões da Campanha e Serra do Sudeste, além da tradicional Serra gaúcha. O Salão do Empreendedor destacou o setor do vinho para estimular o consumo no Brasil, estagnado em cerca de dois litros per capita/ano. Para se ter uma ideia, Portugal, que líder mundial no consumo, atinge 54 litros por habitante, segundo o Ibravin.

A carne gaúcha é premium

Mais uma vez a tradicional Vitrine da Carne Gaúcha  foi destaque na Expointer, iniciativa da Farsul. Com o objetivo de valorizar a qualidade da carne produzida no Rio Grande do Sul, o espaço apresentou ao público técnicas empregadas para o melhor aproveitamento do produto, como métodos de desossa de carcaças de ovinos, suínos e bovinos, e sugestões de preparo. As dinâmicas realizadas durante o evento reuniram 1.759 participantes.

O espaço da carne gaúcha foi planejado de forma didática e voltada aos distintos perfis de visitantes, com cuidado especial para aproximar cada vez mais o público urbano dos bastidores da atividade pecuária. Painéis ilustrativos com textos e imagens contaram um pouco da história da criação de gado nos campos gaúchos, além de técnicas aplicadas para garantir a saúde dos rebanhos, as melhorias que são utilizadas para selecionar os animais, as tecnologias para organizar os suprimentos nas fazendas e outros dados que fazem da carne produzida no Rio Grande do Sul diferenciada pelo seu sabor e macies.

Startups fecham negócios!

A participação que tinha o objetivo apenas de fazer contatos e/ou divulgar a marca, acabou transformando-se em negócios fechados. As 16 startups que participaram do Espaço Inovação, no Salão do Empreendedor, realizaram 120 contatos promissores e 12 negócios já estão sacramentados. “O sucesso da participação das startups no Salão do Empreendedor é indicativo de que o produtor rural está atento às novas tecnologias, pois sabe que, com uma gestão mais eficiente, o desempenho da propriedade rural só aumenta”, destaca odiretor-superintendente do Sebrae RS, Derly Fialho. Além de fechar negócios, as empresas iniciaram parcerias entre elas para complementação de produtos, realizaram aproximação com universidades, empresas privadas, investidores, associações, cooperativas, entre outras. As empresas participantes foram: Acerto Fácil, Aegro, Agridados, Arpac, Auster, Brabov, Checkplant, Silo Verde, Sirros, Eirene Solutions, Elysios, Mais Soja, Pix Force, Pomartec, Raks Tecnologia Agrícola e Tryber.  No espaço da soja, dados sobre o setor davam a ideia da importância deste grão para o Estado, bem como as tecnologias existentes para o setor, desenvolvidas pelas startups.

Boas notícias na Expointer 2018

Uma união de esforços para incentivar a produção e a cultura do azeite gaúcho foi formalizada durante a Expointer por Senac RS, Sebrae RS e IBRAOLIVA (Instituto Brasileiro da Olivicultura). O objetivo da cooperação técnica é trabalhar para divulgar a qualidade do azeite de oliva gaúcho, bem como capacitar os profissionais da área de gastronomia e público em geral a identificar as principais características sensoriais dos azeites produzidos no Estado do Rio Grande do Sul.

Foto: Divulgação

Autor

Bado Jacoby

bado@visaodovale.com.br

Publicidade

quero-quero-banner-1024x97

2016 - Todos os direitos Reservados