Publicidade

Eleições e futebol aqui e lá

15 de novembro, 2016 às 11:42

magnusAimoré I – Conversei com Magnus Viana no último sábado e ele me falou que não concorrerá à presidência do clube no próximo dia 21. Falou que chegou a vez de Paulo Costa e que ele sempre será um apoiador do clube e estará sempre à disposição.

Aimoré II – Com a não participação de Magnus Vianna na disputa, provavelmente Paulo Costa será aclamado pelo Conselho Deliberativo ao cargo de presidente para o próximo biênio. Não acredito na possibilidade do ex-presidente Márcio Picoli disputar a eleição. Paulo já tem votos suficientes no Conselho.

Aimoré III – A eleição para a presidência no próximo dia 21 trará importantes componentes para 2017. Paulo Costa é um nome calejado dentro do Aimoré. Já ocupou vários cargos e sempre revelou o sonho de chegar à presidência. Se confirmado, precisará de um gerente de Futebol cascudo, que manja do riscado e que conduza com mão forte o vestiário. Outro detalhe é que o Aimoré corre contra o tempo, pois alguns clubes já anunciaram técnicos e jogadores para disputa de 2017.

Aimoré base – Quando o trabalho é bem feito surge os resultados. Esse é o mérito de Magnus Viana, Lucas Kunrath, Arílson Costa e todos os demais que contribuem para o exitoso resultado dos juniores. Em três anos seguidos chega entre as quatro melhores equipes no campeonato estadual da categoria, arrematou o título da Copa Sub 19 em 2015 e está novamente na semifinal na disputa em 2016. E, para arrematar, a equipe está arrumando as malas para, em janeiro, disputar a Copa São Paulo de Futebol Júnior. Será a primeira vez na história que o clube capilé disputará a copinha.
Novo Hamburgo I – A política no clube anda fervendo no anilado. Nos últimos dois anos quatro presidentes renunciaram ao cargo máximo do clube. E para piorar na última semana, Élio Spindler renunciou à presidência do Conselho Deliberativo. Diante disto, teremos eleição no próximo dia 19 e me contaram que Rosalvo Johann (Maneca) estaria voltando para assumir a presidência, sem dúvidas um nome certo. Junto com ele estariam voltando o ex-presidente Carlos Duarte e Everton Cury para assumir o futebol.
Vale lembrar que após a inauguração do Estádio do Vale, capitaneado pelo ex-presidente Maneca, ele saiu magoado com alguns palpiteiros que rodeavam o clube.

Novo Hamburgo II – Confirmando Everton Cury à frente do futebol, o nome de Itamar Schulle ganha força para comandar a equipe no Gauchão do ano que vem. Itamar tem contrato com o Botafogo da Paraíba e para sair, somente um contrato de dois anos no Novo Hamburgo seduziria Schulle em deixar a equipe paraibana.

Publicidade

conexão

2016 - Todos os direitos Reservados