Publicidade

A desclassificação do saneamento – Artigo de Anderson Etter

11 de julho, 2018 às 13:57 - por Anderson Etter

Enquanto alguns brasileiros lamentavam a derrota de 2×1 para a Bélgica na Copa, poucos sabiam que o pior resultado havia se dado horas antes. No Palácio do Planalto, Michel Temer assinava a Medida Provisória 844, que modifica o marco regulatório do setor de saneamento e entrega o mercado às empresas privadas.
O governo aplicou uma falta dura ao povo e, neste caso, não há simulação de queda. Diversas entidades nacionais que orbitam o setor já manifestaram contrariedade à MP.
Ao afirmar que a privatização é a alternativa para atingir a universalização do saneamento, o governo golpista de Temer marca mais um gol contra a nação e adere a um esquema tático que muitos países já refutaram. Em duas décadas, cerca de 200 cidades remunicipalizaram os serviços de água e esgoto. Berlim (Alemanha), Paris (França), Buenos Aires (Argentina) e Budapeste (Hungria) promoveram a quebra ou a não renovação dos contratos de concessão devido à incapacidade das empresas privadas em gerir o saneamento.
Segundo o relator especial da ONU sobre água e saneamento, o brasileiro Leo Heller, “as empresas privadas não investem o suficiente e adotam a política de exclusão de populações mais pobres, impondo tarifas mais altas. Além disso, não atendem as metas dos contratos”.
Conforme estudos da Unidade Internacional de Pesquisa de Serviços Públicos, do Instituto Transnacional e do Observatório Multinacional, as reestatizações ocorreram em virtude das falsas promessas dos operadores privados e de sua incapacidade de priorizar o atendimento às comunidades em detrimento do lucro, além dos riscos ambientais e do aumento de doenças de veiculação hídrica.
Apesar disso tudo, aproveitando-se da distração de alguns brasileiros em dia de jogo da seleção, Temer aplica mais um golpe. Não precisamos de árbitro de vídeo para marcar esse penâlti, mas devemos aplicar um cartão vermelho a essa MP no Congresso. Queria reclamar que o Tite não levou o Arthur…

Anderson Etter é Diretor-geral do Semae

Publicidade

quero-quero-banner-1024x97

2016 - Todos os direitos Reservados