Publicidade

Como sobreviver a um processo judicial – Artigo de Leandro Zambrano

12 de julho, 2018 às 14:02 - por Leandro Zambrano

Começamos, com esse artigo, uma série de considerações sobre como sobreviver a um processo judicial. Em mais de vinte anos de advocacia, o maior de todos os problemas enfrentado é de como superar o tempo de duração de um procedimento no judiciário.

A pergunta mais frequente que ouço de um cliente é:

– Vai demorar muito Doutor?

Sou obrigado a confessar que tenho medo de responder. Isso porque sei que o tempo do judiciário é diferente do tempo das pessoas comuns. Antes de continuar, precisamos entender bem a função do que chamamos (de forma errada) de Justiça. O Judiciário é um poder público. Ou seja, se sujeita a todas as mazelas e problemas de qualquer órgão público. Vivemos no Brasil e o seu sistema judiciário não é europeu nem  japonês. Falta dinheiro, falta estrutura, falta pessoal, falta vontade, enfim… falta muita coisa.

Levar um problema da vida para ser resolvido pelo judiciário, seja por opção pessoal ou por obrigatoriedade da própria lei, é saber que essa é a solução final. A última instância. Quando nada mais foi possível, resta somente bater às portas do Judiciário.

Voltando ao tempo…. logo aviso que algo rápido na “Justiça” leva de meio ano a um ano. Não é o que as pessoas geralmente querem ouvir.

Então, antes de entrarmos na particularidade de qualquer tipo de processo, fica a primeira lição: VAI DEMORAR!

Leandro Zambrano é Advogado

Autor

Leandro Zambrano

Publicidade

conexão

2016 - Todos os direitos Reservados