Publicidade

Alta responsabilidade

22 de novembro, 2016 às 16:14

Aimoré I – Confirmando a eleição de Paulo Costa à presidência do clube ele terá uma enorme responsabilidade pela frente. Sabendo que Costa é o candidato da situação, cabe a ele desencadear algumas ações para que a equipe Capilé retome o caminho em 2017. Algumas eu listo abaixo:

  • Deixar o estádio Cristo Rei em condições de receber jogos oficiais devidamente legalizado;
  • Contratar profissionais certos para cada área, para que não perca tempo em reposição;
  • Tentar errar o mínimo possível nas contratações;
  • Contratar um Gerente de Futebol que tenha a competência de unir o administrativo e o vestiário profissional;
  • Agregar parte da torcida que está descontente com a atual administração;
  • Agir com sabedoria para aliar orçamento reduzido com equipe competitiva;
  • Pagar dívida parcelada e aprovada no Conselho Deliberativo;

Aimoré II – Claiton Santos deve ser o treinador para a divisão de acesso. Com ele deve vir alguns jogadores que disputaram a Copinha e mais alguns de frutos de bom relacionamento que Claiton mantém no mundo da bola. – A missão será árdua e longa, este ano tivemos 27 jogos até a ascensão do Caxias para a série A. Claiton está começando no futebol profissional e já mostrou que manja do riscado. Porém, alguns detalhes devem ser observados, o principal deles é em achar que a arbitragem é a principal culpada pelos insucessos dos resultados. Na copinha, nitidamente o nervosismo dele e de seu auxiliar para com a arbitragem desconcentrava a equipe dentro de campo;

Aimoré III – Se a Federação Gaúcha de Futebol, adotar os critérios dos anos anteriores, esses devem ser os prováveis grupos da Divisão de Acesso 2017:

Grupo 1 – Pelotas, Guarani de Bagé, Inter SM, São Gabriel, Avenida, Santa Cruz, Guarani – VA e Lajeadense.

Grupo 2 – Aimoré, Brasil (Farroupilha), São Luiz, Esportivo, Panambi, União Frederiquense, Glória e Tupi de Crissiumal. Para o Aimoré, sobrará viagens e logística cara.

Novo Hamburgo – Independentemente de quem assume a presidência anilada para o próximo biênio o que deve estar afastando candidatos é uma dívida de valor considerável. Como exemplo cito a empresa que instalou as arquibancadas móveis no Estádio do Vale por ocasião de quando o Internacional jogou parte do Campeonato Brasileiro de 2013 e está cobrando judicialmente do clube em torno de 800 mil (no acordo com o clube colorado, a responsabilidade ficou a cargo do clube anilado). Outras dívidas são ações na Justiça do Trabalho, só uma, a do zagueiro Mario Larramendi,  que pouco jogou no anilado,  e a cobrança ultrapassa os R$ 500 mil e que teria sido julgado à revelia. Aliado a isso, o Campeonato Gaúcho se inicia dia 29 de janeiro e uma pré-temporada ideal deveria ser de 40 a 45 dias.

Publicidade

conexão

2016 - Todos os direitos Reservados